Quarenta criações do premiado designer Zanini de Zanine estão no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro até o dia 18 de fevereiro. A exposição comemora os 15 anos de carreira do artista e exibe peças com grande significado na carreira de Zanini, assim como três itens de mobiliário inéditos – Poltrona Marmo, Poltrona Meka e Banco V, esse último que fica no acervo permanente do museu.

“Essa é uma grande oportunidade de aproximar o grande público do design nacional. As peças foram selecionadas pelos diferentes processos e linguagens que usei nesses anos, o que permite mostrar o conjunto de erros e acertos do período”, garante o designer.

Para o curador da exposição, Tulio Mariante, “apesar da predileção pela madeira, Zanini experimentou um universo de formas e materiais. O resultado é um olhar inquieto e único, que o consolidou como um designer inovador e original”, avalia.

Filho do consagrado arquiteto, moveleiro, o designer e escultor José Zanine Caldas, Zanini de Zanine nasceu no Rio de Janeiro em 1978 e, atualmente, ocupa lugar de destaque no mercado nacional e internacional.