Em show nostálgico, Xuxa  canta e defende causa LGBT+ e veganismo: “Não é levantar bandeira, é respeitar” 

 

Muito se questiona quem são os fãs da Xuxa em 2019. A verdade é que pessoas de todas as idades e perfis sustentam uma devoção pela Rainha dos Baixinhos. Por isso, no fim da tarde do último sábado (26), foi difícil definir quem eram os mais animados para o show que lembrou os sucessos de mais de 30 anos de carreira da artista, no Gigantinho.

Foram vistas todas as gerações e públicos possíveis: famílias inteiras, jovens que cresceram ouvindo a eterna Rainha dos Baixinhos e crianças que vivem a fase mais recente – de faixas como Cinco Patinhos e Vem Dançar Com o Txutxucão. Todas eles, certamente, cantaram, gritaram e dançaram muito durante uma hora e meia.

Para abrir a festa, entrou no palco saindo da nave espacial, símbolo do Xou da Xuxa, programa infantil que ficou no ar entre 1986 e 1992. Acompanhada de quatro paquitas e dois paquitos, fez a primeira interação com a plateia após cantar Amiguinha Xuxa:

— Que delícia, muito obrigado por estarem aqui. Fico feliz de receber o carinho do meu povo daqui do sul, os guris e gurias. Tem gente da Argentina, Uruguai. Só desejo que todos se divirtam muito e prometam que vão ficar felizes, que vocês dancem sempre que puder.