“E aí, qual a cerveja perfeita?”
Já me deparei muitas vezes com esta pergunta. Muita gente quer descobrir uma única cerveja que seja matadora, aquela que ninguém despreza, que todo mundo ama.
Já adianto, tem várias que quase chegam lá, mas nenhuma perfeita. Como sommelier, vou citar as que eu considero as que se destacam:
  1. Brewdog – Born to Die – 18.08.16 (IPA)
  2. Founders – Breakfast Stout (Imp. Stout)
  3. Brooklyn – Black Ops (Wood and Aged)
  4. Anchor – Old Foghorn (Barley Wine)
  5. Evil Twin – Femme Fatale Brett (IPA com Brett)
  6. Brouwerij Verhaeghe – Duchesse de Bourgogne (Red Flanders)
  7. Weinhenstephaner – Vitus (Weizenbock)
  8. Harviestoun – Ola Dubh 1991 (Wood and aged)
  9. Morada – Hop Arábica (Blonde com café)
  10. St Feuillien – Grand Cru (Blond)
Então, aqui fiz uma lista rápida do que veio na minha memória em poucos minutos. As clássicas IPAS e as clássicas trapistas. Isso é para comprovar que não há unanimidade, e que por mais que as cervejas sejam muito boas, sempre haverá divergência.
Algumas ficam melhores na harmonização, porque compõem aquele prato que você ama; outras lembram eventos específicos, e aquelas que todo mundo do seu grupo gosta.
É possível classificar diversas listas. As 10 melhores IPAS, as 10 melhores inglesas, as 10 melhores nacionais, as 10 melhores gaúchas. Se vocês leitores demonstrarem interesse, podemos aprofundar em alguma outra lista. O debata sempre  é bom. Principalmente pelo simples motivo de falar de cerveja, não é mesmo? Então escreva pra gente. Opine.
Então surge a segunda e mais clássica pergunta: “Qual a melhor cerveja pra ti?”
A melhor cerveja depende do dia, da hora, do momento, da companhia, do objetivo, do lugar. Se for pra acompanhar um churrasco…
Eu até confesso: a minha melhor cerveja ja foi uma Bud. E para quem pensa que foi na adolescência eu digo: Não. Não foi. Isso aconteceu há uma semana, rodeado de amigos, contando histórias da vida, lembrando de pessoas e coisas boas. Simples, né?
Mas qual cerveja combina com tudo, a toda hora, com qualquer pessoa? Para mim, sem titubear, sem ficar em cima do muro: Heineken. Eu simplesmente amo a verdinha. Acho que ela é boa sempre.
Concorda? Não? Qual a tua preferida? Deixa ai nos comentários. Cheers!
Colunista: Gustavo Passaia.