Com a proposta de que a roupa mais sustentável é aquela que já existe, Carina Brendler, apresentou destaques de marcas locais

A estilista gaúcha Carina Brendler foi a curadora do desfile de moda sustentável que ocorreu no 300 Cosmo Dining Room l, na última quinta-feira (11).

Passaram por lá: Vanessa Reiter Pilz, Laís Soster, Keila Garcia, Manoela Pascal, Marcos Paulo Magalhães, Rodolfo Coronel e Júlia Dal Magro.

Saiba mais sobre o desfile:

Com uma proposta de moda disruptiva, onde a cada estação do ano, uma nova coleção ganha as vitrines das lojas de roupas a estilista e curadora do desfile pergunta: Tem mesmo de ser assim? Algumas lojas e projetos começam a quebrar essa engrenagem do mercado, até mesmo porque uma peça de estilo e qualidade não deveria ser descartada em menos de seis meses.

A prática foi adotada, por exemplo, pela estilista, que tem como premissa o design atemporal sustentável. A proprietária da marca de ecoclothing, diz que esse ritmo é cruel e massacra os pequenos produtores com estrutura de atelier. “A lógica comercial de novidades incessantes não faz sentido para o meu produto, pois ele não se torna perecível só porque a estação mudou”, afirma.