Maio, o chamado “mês das noivas”, continua sendo o mais concorrido para se celebrar a união de casais… mas a tendência agora é o mini wedding – uma cerimônia mais íntima que vem ganhando muitos adeptos no Brasil.

A cerimonialista Nicole Ofeiche, há 13 anos no mercado de festas com a Nicole Ofeiche Assessoria e Cerimonial de Eventos, explica a tendência e o porquê de ela ter caído no gosto de noivos e noivas brasileiras:

– O mini wedding é uma cerimônia pequena, mas com emoção e amor de sobra. Ele é caracterizado por uma festa com no máximo 120 pessoas. É um casamento chique, onde os noivos recebem as pessoas que realmente fazem parte do dia a dia deles. Isso permite que os anfitriões deem mais atenção aos seus convidados. É um casamento mais aconchegante e uma forma charmosa e íntima de celebrar – explica ela.

Com a sócia Luciana Josetti, Nicole se vale de seus anos de experiência no ramo para perceber o momento do mercado e ajudar os noivos a entenderem e se adaptarem aos novos modelos de celebrações que vão surgindo. É preciso convergir o perfil dos clientes, as novas tendências e o momento econômico que se vive, segundo as especialistas no assunto.

–  O mini wedding está muito valorizado nessa época de crise e, também, no caso de segundas núpcias. Ele é perfeito para casais que preferem algo mais intimista e pessoal. E a tendência veio para ficar. Está fazendo muito sucesso entre os brasileiros – completa Nicole.

Manoela Cesar, à frente de um dos blogs de maior referência no Brasil e um dos mais acessados pelo Google quando o assunto é “casório”, o Colher de Chá Noivas, é uma das consultoras mais requisitadas no cenário de festas de casamentos, e confirma a nova onda:

– O mini wedding é uma realidade crescente no Brasil há pelo menos três anos. A “tendência” começou como consequência de dois fatores: a influência das redes sociais, que mostram formatos europeus de casamento com poucos eleitos na lista de convidados, e a crise. Reduzir a lista para conseguir fazer um casamento que não caia de qualidade – conta.

Segundo dados de especialistas neste tipo de festa, o investimento por convidado não diminui, mas o custo total é minimizado pela redução do número de pessoas participantes:

– Em um casamento luxuoso pode-se gastar, em média, R$ 1000 por convidado – o que inclui os gastos de decoração, buffet, bebidas, o lugar do casamento, lembrancinhas e etc… Isso não se altera, seja em um mini wedding ou casamento padrão. A diferença é que você está oferecendo ainda mais qualidade, para um número menor de pessoas. E gastando bem menos com isso – conclui Manoela.

Fotos: Victor Miguel/Divulgação