Com apresentações da francesa Camille Bertault, do trio paulista Årvoll e de grandes nomes da cena local, o projeto oferece três dias e noites de imersão na música instrumental com atividades no Quarto Distrito

Porto Alegre acaba de ganhar um novo festival de música instrumental: o Distrito Jazz. Em sua primeira edição, o evento acontece nos dias 27, 28 e 29 de junho promovendo encontros e shows no Quarto Distrito. À noite, as atividades acontecerão no Agulha, com apresentações de expoentes artistas locais, nacionais e internacionais que vão adentrar a madrugada com jam sessions afiadas. No line up estão a cantora e compositora francesa Camille Bertault, acompanhada do pianista paulistano Salomão Soares, o trio paulista Årvoll e os gaúchos Kiai, Kula, Marmota, Karmã, Trabalhos Espaciais Manuais, Julio Herrlein, além de convidados especiais.

Camille Bertault

Durante o dia, os participantes terão um QG no Pâtissier, restaurante do apaixonado por jazz e chef de mão cheia, Marcelo Gonçalves. Além de aproveitarem as iguarias e trilha sonora especial em frente às inúmeras lareiras da casa, os músicos poderão ensaiar, criar e experimentar no local, enquanto o público poderá participar de masterclasses e bate-papos sobre o mercado do jazz. Entre os destaques das atividades, estão debates com a curadora musical Luiza Morandini e a saxofonista, tenor e barítono Dani Gurgel, que acabam de retornar do maior evento de mercado do jazz, que acontece em Bremen, o JazzAhead. O palestrante francês Jacques Figueras também participará, trazendo dicas e informações sobre carreira profissional na música.

Arvoll

Com curadoria de Bruno Melo, produtor cultural e jazzlover de carteirinha, o Distrito Jazz pretende oferecer ao público e aos artistas três dias de imersão na música instrumental em ambientes propícios à inventividade e criatividade dentro e nos arredores do Quarto Distrito de Porto Alegre. “O festival chega com a vontade de expandir a relação dos músicos da cena local com o que está acontecendo no mundo, propiciando assim momentos de imersão e co-criação, levando ao público todas essas fusões. Acima de tudo, queremos criar um território afetivo, para que músicos possam se encontrar, ensaiar e interagir”, explica Melo.

Trabalhos Espaciais

Os ingressos para o festival já estão à venda em www.sympla.com.br. O passaporte para os três dias, que inclui todas as atividades e shows, custa R$ 140. O público que quiser conferir os shows também pode comprar ingressos individuais para cada uma das datas.

Marmota

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

DIA 27, QUINTA-FEIRA

Pâtissier 

17h – Talk de abertura do Distrito Jazz e roda de conversa com músicos, produtores, curadores e donos de bar

18h – Workshop sobre improviso com Lucas Fê

19h – Palestra com Jacques Figueras sobre Music Branding (streaming)

Agulha

21h – Marmota

22h – Kiai

23h – Trabalhos Espaciais Manuais

00h  – Jam session

DIA 28, SEXTA-FEIRA

Pâtissier

18h – Talk sobre o mercado do jazz – Do Rio Grande do Sul para o mundo, com  Stian Olsen (Noruega) e Leonardo Bittencourt (RS)

19h30 – Talk com Dani Gurgel (SP) – Impressões sobre o Jazzahead 2019 (streaming)

Agulha

21h – Karmã

22h – Årvoll

23h – Kula Jazz

00:00 – Jam session

DIA 29, SÁBADO

Pâtissier

18:00  – Masterclass com Julio Herrlein

19:00 – Talk com Luiza Morandini apresentando o CCMI (streaming)

Agulha

21:00 – Julio Herrlein

22:00 – Camille Bertault + Salomão Soares 

23:00 – Jam session

SERVIÇO

DISTRITO JAZZ

Dias 27, 28 e 29 de junho

Pâtissier (Rua Marquês do Pombal, 128 – Moinhos de Vento)

Agulha (Rua Conselheiro Camargo, 300 – São Geraldo)

INGRESSOS

www.sympla.com.br

Combo limitado para os três dias, incluindo shows e atividades

Preço único: R$ 140

Shows de quinta-feira, dia 27 de junho

Lote Promocional: R$ 40 | Meia-entrada:  R$ 50 | Solidário: R$ 50 | Inteiro: R$ 100

Shows de sexta-feira, dia 28 de junho

Lote Promocional: R$ 40 | Meia-entrada:  R$ 50 | Solidário: R$ 50 | Inteiro: R$ 100

Descontos:

– Meia-entrada: Para o benefício da meia-entrada (50% de desconto), é necessária a apresentação da Carteira de Identificação Estudantil (CIE) na entrada do espetáculo. Os documentos aceitos como válidos estão determinados na Lei Federal 12.933/13.

–  Solidário: Valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não-perecível ou itens de higiene pessoal, disponível para qualquer pessoa. As doações deverão ser entregues no Agulha, no momento da entrada no evento. É imprescindível entregar a doação para fazer uso do benefício do desconto, caso contrário será cobrada a diferença do valor do ingresso na bilheteria.

FICHA TÉCNICA

Realização: Agulha e Jazz ao Sul

Curadoria: Bruno Melo

Produção: Guilherme Netto, Larissa Ely, Cris Brum, Yan Loureiro

Técnico de som: Olimpio Machado

Técnico de luz: Kevin Brezolin

Identidade visual: Afonso de Lima

Assessoria de Imprensa: Jéssica Barcellos

Locais: Agulha, Pâtissier

Apoio: Pâtissier, Person Pianos, MS Produções, Brizza, Cervejaria FIL

Plataforma de ingresso: Sympla