As diferentes linguagens da cultura haitiana são a temática da exposição Haiti – Arte e Resistência, que será lançada na sexta-feira (5/12), às 19h e ficará aberta para visitação até o dia 15 de dezembro, de terça a domingo, das 9h às 21h, na galeria do 4º andar da Usina do Gasômetro, em Porto Alegre. No dia da abertura, haverá o lançamento do catálogo, que será distribuído gratuitamente, e o público será recepcionado com um coquetel. A mostra traz um acervo construído pela professora Normelia Parise, durante os anos em que viveu no Haiti, atuando como Leitora e Diretora do Centro Cultural Brasil-Haiti Celso Ortega Terra [CCBH]. A curadoria é da artista plástica Margarida Rache.

O objetivo é mostrar que o Haiti possui uma intensa produção artística, apesar das intervenções militares, dos embargos, da política econômica, das catástrofes que conduziram o país ao empobrecimento. Serão apresentadas peças como poemas, letras de músicas, esculturas em diversos materiais, fotografias, objetivos e pinturas em telas, entre outros, que carregam em seu histórico uma estética do cotidiano que faz do Haiti um país singular. A narrativa apresenta um olhar sobre a história, a cultura e a arte do país por meio de temas como o Vodu, a Negritude e a resistência contra a escravidão e o colonialismo.

HAITI_CREDITO João Paulo C. Ceglinski (2) (988x1280)

Exposição

HAITI – ARTE E RESISTENCIA

Acervo de Normelia Parise | Curadoria de Margarida Rache

De 5 a 15 de dezembro de 2014 (De terça a domingo, das 9h às 21h)

Galeria do 4º andar da Usina do Gasômetro (Av. Pres. João Goulart, 551)

Entrada Franca

Financiamento: Pro Cultura RS – Governo do Estado do Rio Grande do Sul

 

CRÉDITOS: Jõao Paulo Ceglinski