Quem está no Rio de Janeiro ou de viagem marcada para cidade maravilhosa não pode deixar de colocar na agenda o novo restaurante do chef Claude Troisgros, o Chez Claude.

O restaurante está localizado na rua Conde de Bernardotte, 26, no charmoso bairro Leblon, onde foi o primeiro restaurante do chef no Brasil, o Roanne.

Preparem-se para receitas clássicas e inesquecíveis que marcaram o paladar de muitas pessoas nesta linda jornada do chef francês que se apaixonou pelo Brasil J

No Chez Claude, estão disponíveis sempre 12 opções salgadas entre entradas e principais e 4 sobremesas. A dica do chef é pedir 4 pratos para 2 pessoas e compartilhar!

Detalhe: as cerâmicas são do Atelie Cerâmica Joana Toledo.

Os vinhos são em taça mas também existe a possibilidade de levar o próprio vinho (cobrado uma rolha).

Fomos com um casal de amigos, então provamos quase o menu completo!

 

De entrada começamos com:

Ovo Caviar

Bacalhau (Espuma de Batata, Azeitonas, Macadâmia)

Viera Cru (Palmito, Mousse de Haddock, Tucupi)

Tartare de Atum (Pepino, Melancia, Vinagrete de Missô)

 

Principal

Codorna Recheada (Acelga, Mini Cebola, Bacon, Molho de Uva)

Salmão (Creme de Azedinha, Aspargos, Couve Flor)

Costela de Cordeiro (Mini Gnocchis, Molho Putanesca)

 

Sobremesa

Chocolate da Tia Bia (Biscoito, Chantilly de Requeijão)

Crepe Suflê Maracujá

Frutas Vermelhas (Crumble, Creme Brûlée, Hortelã)

 

Veja as fotos:

Outro local imperdível para conhecer é a Casa Camolese, projeto de Cello Camolese Macedo e Vik Muniz. O novo espaço, que ficou por décadas em ruínas, está devidamente revitalizado e batizado de Vila Portugal, reunindo restaurante, alta coquetelaria, cervejaria artesanal, café, clube de jazz, além de um jardim com mesas compartilhadas.

O cardápio da casa é assinado pelo chef paulista Paulo Grobe, com culinária de inspiração mediterrânea!

Olha que bacana: a ideia é que a maior parte dos produtos utilizados na cozinha sejam produzidos no local, como os de charcutaria e os pães de fermentação natural criados em conjunto com a padaria The Slow Bakery.

Já os queijos, cafés especiais, chás entre outros itens, são fornecidos por pequenos produtores cariocas e fluminenses.

A alta coquetelaria da casa apresenta, além de clássicos com assinatura própria, coquetéis de frutas aromatizadas com especiarias e ervas e a exuberância irreverente dos drinks de influência tiki.

Enquanto esperávamos nossa mesa, sentamos no bar e provamos vários drinks, negroni, bloody mary e o meu favorito, que foi o Jabuti – Bramble (gin, cítricos e licor de jabuticaba)

O mega projeto tem espaço ainda para o primeiro brewpubcarioca, onde se pode degustar, direto dos tonéis de fermentação, os diferentes rótulos das exclusivas Cervejas Camolese, criadas por Cello com a cervejeira Katia Jorge e um clube instalado no subsolo, que promete em breve programação de música, teatro, performances e festas assinadas por curadores convidados.

A Casa Camolese fica na Rua Jardim Botânico, 983 – Jardim Botânico”.

Veja as fotos:

Flavinha Mello