Nome de peso e conhecimento quando o assunto é Dança Moderna, a bailarina Andrea Raw, também idealizadora do Congresso Brasileiro de Dança Moderna, importante evento do segmento na América Latina, estreia este fim de semana no Centro Coreográfico do Rio de Janeiro.

O Teatro Angel Vianna receberá o espetáculo Terra Além Mar, com a Companhia Dança 3, fundada por Raw em 2012, que faz curta temporada nos dias 21, 22 e 23 de setembro. Sexta e sábado às 20h, e no domingo às 18.

Formada pela Martha Graham School em NY, a bailarina que já foi nomeada numa cerimônia em Vienna, Embaixadora da Dança no Brasil, representando a Agency for Cultural Diplomacy (EUA/Alemanha), além de ter sido agraciada com o Alto Jonio Dance Career Award no FINI Dance Festival, na Itália, também ministra no local, do dia 19 ao dia 23, técnicas de Horton e Graham, junto com Fátima Suarez, que ministra as técnicas de Duncan, e Rita Serpa, de Verchinina.

Concebido a partir de uma coletânea musical que evoca uma atmosfera de fascínio e fluidez e remete à intensa relação entre seres humanos e o mar, a bailarina e coreógrafa Andrea Raw explora em “Terra Além Mar” a dinâmica e a influência que essa força da natureza exerce nas pessoas que vivem em seu entorno e cujas vidas dependem ou tenham sido tocadas por ela. O mar pode causar e refletir uma gama enorme de sentimentos difusos, que vão desde deslumbramento, contemplação, estranhamento, temor, ou mesmo saudades.

O espetáculo surgiu a partir de uma pesquisa temática e musical que evoca o mar e como a vida das pessoas em seu entorno é tocada e influenciada por essa força simbólica da natureza. Seja por circunstâncias da vida, como no caso dos grandes deslocamentos e suas consequentes ausências para os que ficam, como no deslumbramento emanado pela beleza e fascínio contemplativo que o mar suscita. As grandes viagens que os homens portugueses empreendiam, em busca das conquistas de um novo mundo, enquanto suas mulheres, deixadas à deriva de seus sentimentos e expectativas, preenchiam suas vidas com os afazeres cotidianos e a perene nostalgia de seus relacionamentos pontuados por constantes idas e vindas. Os sentimentos mesclados de ímpetos de conquista e sobrevivência, de proximidades e distâncias, de amores e desamores, de ilusões e desilusões.