A founder do Eu Tenho Visto, Jaque Pegoraro, e O Luxo do Gaúcho embarcam numa viagem para a Argentina em Busca de Parrillas, lugares badalados e boa gastronomia

 

O Luciano Medeiros, mais conhecido como O Luxo do Gaúcho, é um grande assador que transformou seu hobby na principal fonte de renda e viaja pelo Brasil com sua equipe para atender clientes. Desta vez, ele e a Jaque, que viaja o mundo para trazer conteúdo e boas novidades, escolheram Buenos Aires, na Argentina para conhecer assados típicos e buscar referências. 

O casal chegou na última quinta-feira (27) e  ficou hospedado no Hotel Own Grand Palermo Soho, bem localizado, com um ótimo custo beneficio. Eles fazem parte do Clube de Viagens da SBTUR que proporciona aos sócios diarias pelo mundo. A seguir, as melhores dicas de restaurantes e rolês da capital cosmopolita. 

 

 

  1. LA CABRERA

O La Cabrera é um restaurante com pegada turística e se você é daqueles que quando pensa em Argentina logo sonha em viver de carne e vinho Malbec a viagem inteira, precisa conhecer este lugar! 

O Chef Gastón Rivera é o proprietário e a sua proposta é oferecer a melhor experiência, não apenas gastronômica, para os seus clientes. Não por nada, o La Cabrera é considerado uma das parrillas mais famosas de Buenos Aires, queridinha de portenhos e turistas. Há uma grande variedade de cortes argentinos e inclui acompanhamentos. 

Na hora de pedir a conta eles te dão uma torre de pirulitos! A Jaque que adora… e ficou muito feliz. 

À noite eles fizeram um assado na casa de amigos que moram em Buenos Aires… e foi muito divertido! 

No dia seguinte, um cafézão da manhã com variedades de media lunas (integral, salgada, doce) e mate liberado! 

 

  1. RESTAURANTE ELENA, NO HOTEL FOUR SEASONS 

 

Elena é um dos restaurantes mais bem recomendados da cidade, de luxo com um ambiente lindo! Parte do teto é de vidro e você enxerga o céu, além deles terem uma câmara de maturação com dry age e uma coleção de facas de prata. 

O atendimento é muito especial e foi escolhido um bom vinho para acompanhar os pratos incríveis! A dica é que você reserve com antecedência, porque  vale a experiência e tem bastante movimento. 

  1. FRANK´S BAR

O Frank’s Bar é no estilo speakeasy “ultrasecreto”, no bairro de Palermo Hollywood. Nos anos de 20, durante a Lei Seca que foi aplicada em Nova York, muitos lugares escondiso surgiram a fim de servir bebida alcoólica. Eram realmente bares secretos, sem nenhuma indicação do lado de fora. 

A porta de entrada é grande e preta com um pequeno cartaz com o nome do lugar. Ao bater na porta, o segurança abre uma fresta e pede a senha. Depois, mais um obstáculo! Uma cabine telefônica. Eles te dizem um número e é este número que destrava a porta e permite a entrada. 

O ambiente parece algo de outra época, com lustres glamourosos, carpete estampado, poltronas de veludo e por aí vai… Tem algumas mesas ao redor da pista de dança e o 2º andar com mesas para reservas. 

 

O Frank’s é considerado o melhor bar de drinks da América Latina e apresenta uma extensa carta de drinks exóticos e petiscos. A música é boa e antiga, assim como a decoração. 

 

  1. DON JULIO

O Don Julio é considerado um dos melhores e mais indicados restaurantes da cidade, e o principal destaque é a parrilla, um tipo de churrasco argentino. Você pode ver todos os cortes que eles têm, porque a cozinha fica aberta. Os cortes de carne são o forte, mas também há boas massas e empanadas, além da grande carta de vinhos. Peça um para acompanhar o seu prato e deixe um recado na garrafa, que ficará exposta durante anos.

 

O restaurante fica dentro de um prédio do século 19, com paredes repletas de antigas garrafas de vinho, e no rótulo, recados de clientes que as consumiram. A iluminação também chama atenção, com lâmpadas em rodas de carruagem, fazendo do ambiente tradicional e moderno ao mesmo tempo. 

É importante ressaltar que todos os dias há uma espera de 1h ou 2h, por isso, faça uma reserva prévia no site deles. Como a Jaque e o Lucky estavam há 10 passos do hotel, aproveitaram para beber uma espumante e comer empanadas dentro de casa, enquanto aguardavam. 

PS: único restaurante parrillero eleito entre os 50 melhores do mundo!

 

  1. ISABEL

 

Se você curte sofisticação, o Isabel é uma escolha certeira! O lugar não tem identificação na entrada, mas a porta dourada ao lado do restaurante Casa Cruz é inconfundível. O clima é retrô e o teto tem inspiração no museu Whitney Museum of American Art de Nova York, com luzes que mudam de cor conforme a música, o que dá um toque de modernidade. 

É um bar bem badalado no Palermo que precisa de reserva, embora a vida noturna comece tarde. Não chegue antes das 21h e o auge da casa é por volta das 2h ou 3h da madrugada. 

É servido sushi e uma carta enorme de drinks. Uma delícia!

No início estava meio vazio com as luzes acesas, mas logo começou a lotar e desligaram as luzes, e o local virou uma pista de dança. 

Não deixe de conhecer o banheiro. Os vários espelhos por todos os lados e paredes criam uma sensação única… foi até difícil encontrar a saída. 

 

No outro dia…. O Mercado de San Telmo é um lugar de compras e de encontro dos portenhos e turistas, porque uma das melhores maneiras de conhecer uma cidade é indo ao seu mercado público. 

Turistas por todos os lados. Na tradicional feirinha de domingo, nos cafés e restaurantes, nas galerias de arte, nos antiquários e nas lojinhas de souvenir. Mas tem também os chamados “vecinos”, os moradores do bairro San Telmo, um lugar que oferece de tudo um pouco e é quase como uma volta ao passado. 

 

  1. RESTAURANTE NAPOLES + BAR + ANTIQUÁRIO + SECOND HAND

 

O bar típico argentino que antes era apenas um depósito de relíquias de um colecionador em um bairro tradicional, caiu no gosto de turistas e moradores locais. São 2.000m² de onde um dia foi garagem de carruagens. Depois de ser impressionado pelo tamanho, você se choca com a infinidade de coisas para olhar, descobrir e, porque não, comprar. 

O proprietário, Gabriel del Campo, é um colecionador de carros da época, com mais de 70 unidades e 50 motos, sendo que muitos deles estão lá dentro! Há uma seção de roupas second hand, no espaço Red Baron, no meio do antiquário, móveis, cadeiras, etc. 

O restaurante funciona mesclado com antiguidades e são vários ambientes e nichos que você explora aos poucos, sempre com o queixo no chão. A carta é pequena. sendo que o forte são os pratos italianos, como pastas e pizzas. Sempre há um menu do dia, que inclui entrada e bebidas. Resumindo, tudo que está lá está a venda! 

 

  1. TUFIC HELADOS

Sorvetes criativos e saborosos! 

O que chamou atenção foram os sabores bem diferentões: kinder ovo, melão (nada comum na terra dos hermanos), tiramisu, chocolate rocher, chocolate turco, chocotorta e por aí vai… todos os sabores tem uma cara ótima, são super cremosos e cheios de adornos. 

É muito difícil encontrar um bom picolé na Argentina e lá eles vendem! Os “helados en palito” são os mesmos sorvetes servidos, só que com uma cobertura de chocolate, nozes e amêndoas. 

A dica da sorveteria é perguntar pela promoção do dia na hora de comprar!