A Bossa Nova, gênero musical brasileiro que ganhou o mundo, completa 60 anos em 2018. Era julho de 1958 quando João Gilberto gravou o disco de 78 rotações “Chega de saudade”, que entrou para a história como o marco inicial do estilo musical. Para comemorar estas seis décadas, o Belmond Copacabana Palace recebe o evento Mais Bossa, no próximo domingo (14), das 16 às 21h, tendo o renomado DJ, músico, e produtor musical Marcelinho da Lua como atração. Será uma festa em que as pessoas poderão tomar um drink no cartão postal da cidade e curtir o som da bossa nova, cujas primeiras canções foram criadas à beira-mar, ali mesmo, em Copacabana.

O evento, que tem curadoria musical do jornalista, crítico e pesquisador da música popular brasileira, Rodrigo Faour, resgata em grande estilo sucessos de Tom Jobim, Nara Leão, Carlos Lyra, João Gilberto, entre outros artistas da época, assim como outros que foram influenciados pelo estilo por aqui, como Chico Buarque, Gal Costa, Jorge Ben, Caetano, Gilberto Gil e Elis Regina, e outros que a difundiram no exterior, como Sérgio Mendes, Walter Wanderley, Frank Sinatra e Sarah Vaughan.

Dj Marcelinho da Lua

“Onde está a Bossa Nova hoje? Cadê o ritmo nas grandes festas e eventos? Foram essas perguntas que me motivaram a produzir o Mais Bossa, que é um grande encontro, num fim de tarde na varanda do hotel mais famosos do Brasil, local que reúne inúmeras memórias do Rio e da Bossa Nova.”, afirma Vinicius Belo, promoter do evento.

Promoter Vinicius Belo

Propagando a música brasileira mundo afora, desde os anos 90, mostrando seus remixes para clássicos da MPB, o carioca Marcelinho da Lua é o responsável pelo set list da festa. Grande conhecedor da Bossa Nova, em 1997 criou juntamente com Márcio Menescal e Alexandre Moreira, o bem-sucedido grupo Bossacucanova. Sete anos depois, o DJ lançou seu primeiro disco solo, “Tranquilo” – que de cara foi um sucesso, graças à nova roupagem eletrônica que ele deu à canção “Cotidiano”, de Chico Buarque, cantada no disco por Seu Jorge. Em 2007, foi a vez do CD “Social”, recheado de colaborações dos amigos e parceiros Bi Ribeiro e João Donato, além de Ultramen, B Negão e João Barone, entre outros, destacando

‘Mais Bossa’ também fará uma homenagem aos artistas responsáveis pelo sucesso da Bossa Nova, e, mais do que isso, pela sua projeção no mundo, deixando a música brasileira no auge do Hit Parade internacional. Fotografias emblemáticas de diferentes momentos daquela época serão transmitidas através do telão digital do evento. Entre elas, do fotojornalista Antonio Nery, mineiro radicado no Rio de Janeiro, passando por importantes redações de jornais, e considerado o fotógrafo da Bossa Nova. Só no Belmond Copacabana Palace, na época, foram dezenas de eventos envolvendo artistas da Bossa Nova que ele teve o privilégio de fotografar. “Em 1961 eu cobria os eventos do Copacabana Palace. Fiquei lá por um ano e fiz fotos, por exemplo, de Sammy Davis Jr. e Tony Bennett. Ao mesmo tempo, o Ronaldo Bôscoli, com quem eu tinha trabalhado no jornal Última Hora, me chamou para trabalhar nos shows que ele e o Miéle estavam organizando no Beco das Garrafas”, conta Nery.

DJ Residente do hotel Belmond Copacabana Palace, Elisa Amaral encerra a noite. O evento, realizado pela Staff Company, conta com patrocínio da Cervejaria Búzios, Chandon, apoio do Belmond Copacabana Palace e da All Business e da Agência Trinity.

Serviço:

Evento: Mais Bossa

Data: 14/10 - Domingo

Horário: Das 16 às 21h

Local: Belmond Copacabana Palace

Endereço: Av. Atlântica, 1702. (Varanda) - Copacabana

Realização: Staff Company

Informações: (21) 97634-6444

– convite@staffcompany.com.br

Atração: Marcelinho da Lua